Início  » Dicas » Acervo Cia Da Gula » Formação em Gastronomia

Formação em Gastronomia

Categorias : Acervo Cia Da Gula

Profissionais do setor discutem questões sobre a formação e o ensino da Gastronomia no Brasil.

Formação em Gastronomia
Aprendizagem e Ensino

É um livro que reúne artigos de dezesseis profissionais do setor gastronômico entre chefs, professores universitários e consultores.
Os organizadores de “Formação em Gastronomia”, o chef Eiji Tomimatsu e a professora Silvana Mello Furtado, tiveram o minucioso trabalho de reunir artigos com discussões e reflexões sobre o momento de transição vivido atualmente pelo mercado gastronômico nacional.
A idéia do livro surgiu exatamente no momento em que Eiji Tomimatsu deixou a vida executiva para se dedicar a carreira de chef.
Ao longo do processo de escrever seu livro, Tomimatsu percebeu que outros profissionais da área tinham passado por experiências tão interessantes quanto a sua e que mereciam ser compartilhadas.
Sendo assim, o livro tornou-se um compilado de treze artigos de pessoas que assim como os organizadores do livro, acreditavam na necessidade de um livro que abordasse o aprendizado e ensino da Gastronomia. 

Sobre os artigos

Segundo Rosa Moraes, Diretora de Hospitalidade e Gastronomia da Rede Laureate Brasil, descreve na apresentação do livro, os três primeiros artigos são dedicados a mostrar as características do profissional que se pretende formar nos cursos de Gastronomia.
Os profissionais que redigiram os artigos procuraram situar a natureza desse profissional no campo da hospitalidade.
O quarto e o quinto artigos tratam dos pilares do ensino: o currículo, os estágios e as atividades complementares.
As reflexões pairam sobre a necessidade de ter ousadia ao estabelecer pontos curriculares para uma atividade acadêmica ainda muito nova, submetendo-os a critérios e parâmetros internacionais e da realidade brasileira.
O sexto e o sétimo artigos têm como objeto os professores. Os autores ressaltam a importância da continuidade de atividades de pesquisa, para sedimentar informações destes profissionais.
Os três artigos seguintes tratam de ações necessárias para o enriquecimento da formação do profissional e do chef: as viagens gastronômicas para experimentos práticos e posterior leitura e reflexão sobre seus objetos; as experiências sensoriais para educação dos sentidos e construção da memória gastronômica; e o estudo e prática da cozinha brasileira, que forja uma identidade nacional crítica e aberta para a “deglutição” das inúmeras influências internacionais.
O décimo primeiro artigo fala da relação profunda e tradicional entre alimentação e saúde, conhecendo as práticas elementares de nutrição e higiene.
Os dois últimos textos situam o profissional na sua realidade abrangente, fazendo-o entender que um estabelecimento gastronômico é um empreendimento que deve gerar lucro, e isso preside também a construção de seu cardápio.
É abordada também a relevância de estabelecer-se dentro de espaços capazes de proporcionar aos alunos o conforto e a fruição estética necessários, sem perder de vista que esse espaço exige uma adequação à logística de rotina de um estabelecimento de alimentos e bebidas.

 

Onde comprar:www.lojacooklovers.com.br

Fonte: Editora Boccato e Editora CookLovers

 

    

Você vai gostar também de :

Comente, sugira e participe:

 

os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado  

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro das mais recentes receitas postadas no blog.





Top blogs de receitas